terça-feira, 29 de maio de 2012

Paulo Henrique Amorim concede entrevista para André Guimarães da TV PT






“Nada além da constituição” é a bandeira da militância virtual, afirma Paulo Henrique Amorim





Um dos principais entusiastas do movimento dos militantes virtuais, o jornalista Paulo Henrique Amorim, afirmou categoricamente que os internautas defendem a constituição, e deixa claro que os “donos” das concessões desrespeitam a carta magna.
Autor do Blog Conversa Afiada, Paulo Henrique Amorim participou do 3º Encontro de Blogueiros Progressistas - 3ºBlogprog, que aconteceu no final de semana em Salvador – BA. Na ocasião, o presidente do honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, enviou um vídeo, em que destacou o papel democrático da militância virtual.
“Considero que desempenhamos um papel importante, de trazer os marginalizados do processo de democratização, os pobres, os feios, para dentro da discussão do processo de democratização”, afirma Paulo Henrique.
Segundo o jornalista, o evento serviu para a “defesa da liberdade de expressão” e para mostrar que há muitos brasileiros que se consideram à margem quanto ao direito à comunicação. “Este encontro já realizou duas obras: primeiro conferiu a este grupo vibrante, inquieto, combativo de blogueiros sujos, um rumo. Na minha opinião, nos faltava um slogan, nos faltava um mote, nos faltava uma palavra de ordem, esta palavra de ordem foi dada pelo ministro Franklin Martins, no pronunciamento que ele fez na noite de abertura, esta palavra de ordem é ‘nada além da constituição’, o que nós queremos é um marco regulatório que regule o que está na constituição, vamos tomar a constituição para o nosso lado, vamos tomar a constituição do PIG (Partido da Imprensa Golpista), vamos enfiar a constituição pela goela abaixo do PIG”.
O Marco Regulatório da Comunicação, bandeira do Partido dos Trabalhadores e de todos aqueles que lutam pela democratização dos meios de comunicação, especialmente os militantes virtuais, foi um dos temas debatidos em Salvador.
“Acho que nós temos que inserir esta discussão e muitas outras, no Marco Regulatório, temos que inserir o alcance, as características da programação da televisão brasileira dentro da questão do Marco Regulatório regido, como eu já disse, pelo respeito à constituição”, disse Paulo Henrique Amorim.
Questionado sobre o papel da militância virtual, especialmente do PT, Paulo Henrique é enfático: “Lutem pela Constituição, a nossa bandeira é a Constituição, e veja, a maior vítima do PIG, a maior vítima da judicialização da censura, não é o blogueiro sujo, não somos nós, a maior vítima é o trabalhador de São Paulo que não pode explicar porque que os metroviários entram em greve, a maior vítima é o trabalhador não sindicalizado, ou é o trabalhador cujo sindicato não defende os seus interesses na hora de negociar com o empregador, a maior vítima não somos nós mauricinhos de classe média que temos os nossos blogs, não. O PT tem obrigação de botar gente na rua, como as centrais sindicais fizeram na Argentina, para exigir que a constituição seja respeitada”.


(André Guimarães e Ricardo Weg – Portal do PT / Transcrição Adriano Lozado - Portal do PT)

Google lança integração entre Orkut e Google+


DISPONÍVEL A UMA PARCELA DE USUÁRIOS A PARTIR DESTA TERÇA-FEIRA, O RECURSO VAI SE ESTENDER AOS DEMAIS CADASTRADOS.
São Paulo - Na tentativa de levar mais brasileiros ao Google+, o Google anunciou nesta terça-feira uma integração do serviço com o Orkut. A partir de agora, os usuários poderão publicar conteúdos, automaticamente, nas duas plataformas.

Importante: o recurso só vale para quem faz a publicação a partir do Google+. Em sentido contrário, não é possível fazer o mesmo.

Para ativar a funcionalidade, o usuário precisa visitar sua página no Orkut: ali, na parte superior da página principal, será exibida uma mensagem de oferta do serviço (imagem acima): "Conecte seu perfil no Google+ para postar no Orkut." Se concordar com o mecanismo, o cadastrado ativa o recurso.

Uma vez feito o vínculo, qualquer conteúdo postado de modo público no Google+ será divulgado automaticamente no Orkut – além, é claro, de ser indexado pelo mecanismo de buscas do Google. Outra informação importante: uma vez feita a integração, não é possível voltar atrás.

O Google garante que a novidade não implica menor empenho da companhia no desenvolvimento do Orkut. "Os serviços caminharão juntos. O recurso só vai facilitar a comunicação entre usuários, que desejam compartilhar conteúdo em todas as plataformas.

“Seguimos introduzindo novidades no próprio Orkut: ele não é uma plataforma condenada”, diz Felix Ximenes, diretor de comunicação e assuntos públicos do Google.

Dados de abril da empresa de métricas Comscore mostram uma queda acelerada no número de acessos ao Orkut. Segundo o relatório, a rede social do Google registrou 27,7 milhões de visitantes únicos em abril – decréscimo de quase 50% em relação ao mesmo período de 2011. Já o Google+ chegou a 5,2 milhões. O Facebook lidera o segmento, com 40,2 milhões visitantes únicos.

Com a ação, o Google faz sua segunda tentativa de migrar uma valiosa fatia de audiência para o Google+. Em outubro de 2011, o gigante de buscas apresentou o Orkut Photo Importer, recurso que, a partir de um único clique, permitia a migração de imagens do Orkut para o Google+. Assim que o usuário adere ao serviço, a ferramenta sincroniza as imagens e mantém as fotos com descrições, mas não as divulga. Cabe ao cadastrado do Google+ deixá-las públicas na rede.

Internautas defendem ex-presidente nas redes sociais #BrasilConfiaEmLula #GilmarMentes




Gilmar Mendes Lula

Hashtags #GilmarMentes e #BrasilconfiaemLula ficaram nos primeiros lugares do trending topics do Twitter. e mensagens irônicas.
A denúncia publicada por Veja contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste fim de semana provocou revolta entre os tuiteiros. No início da tarde desta segunda-feira, figuravam nos dois primeiros lugares do Trending Topic do Twitter as hashtags (palavras-chave) #BrasilConfiaEmLula e #GilmarMentes.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Encontro reunirá blogueiros de todo o país em Salvador




A DEFESA DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO NOS BLOGS E A LUTA PELA DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO AOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SÃO OS TEMAS CENTRAIS DO 3º ENCONTRO NACIONAL DE BLOGUEIROS, QUE VAI OCORRER ENTRE SEXTA-FEIRA (25) E DOMINGO (27), EM SALVADOR.


O evento é organizado pelo Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, que tem a expectativa de reunir mais de 400 blogueiros de vários estados. 
Participam jornalistas, parlamentares, sindicalistas e ativistas pela democratização da comunicação. O ex-ministro da Secretaria de Comunicação do governo Lula Franklin Martins, os deputados federais Emiliano José (PT-BA), da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e Direito à Comunicação (Frentecom), e Jean Wyllys (PSOL-RJ), o secretário de Comunicação Social do governo da Bahia, Robinson Almeida, e o jornalista e blogueiro Paulo Henrique Amorim são algumas das presenças confirmadas.


quarta-feira, 23 de maio de 2012

Jornalistas se unem contra atitude grotesca da repórter Mirella Cunha


mirella cunha band
Em reportagem da Tv Bandeirantes, Mirella Cunha expõe ao ridículo um acusado de estupro, e desperta reações diversas na rede. (Foto pincelada do blog Partido da Imprensa Golpista)



  Movidos pela reportagem “Chororô na delegacia: acusado de estupro alega inocência”, produzida pelo programa “Brasil Urgente Bahia” e reprisada nacionalmente na emissora Band, um grupo de jornalistas enviou uma carta aberta ao governador Jaques Wagner para protestar contra programas jornalísticos que chamam de policialescos
Confira abaixo a íntegra da carta pública destinada ao governador Jaques Wagner e a toda sociedade baiana e brasileira.



Carta aberta de jornalistas sobre abusos de programas policialescos na Bahia
‘O demo a viver se exponha,
Por mais que a fama a exalta,
Numa cidade onde falta
Verdade, honra, vergonha.’
(Gregório de Mattos e Guerra)
Ao governador do Estado da Bahia, Jaques Wagner.
À Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia.
Ao Ministério Público do Estado da Bahia.
À Defensoria Pública do Estado da Bahia.
À Sociedade Baiana.

A reportagem “Chororô na delegacia: acusado de estupro alega inocência”, produzida pelo programa “Brasil Urgente Bahia” (assista aqui) e reprisada nacionalmente na emissora Band, provoca a indignação dos jornalistas abaixo-assinados e motiva questionamentos sobre a conivência do Estado com repórteres antiéticos, que têm livre acesso a delegacias para violentar os direitos individuais dos presos, quando não transmitem (com truculência e sensacionalismo) as ações policiais em bairros populares da região metropolitana de Salvador.
A reportagem de Mirella Cunha, no interior da 12ª Delegacia de Itapoã, e os comentários do apresentador Uziel Bueno, no estúdio da Band, afrontam o artigo 5º da Constituição Federal: “É assegurado aos presos o respeito à integridade física e moral“. E não faz mal reafirmar que a República Federativa do Brasil tem entre seus fundamentos “a dignidade da pessoa humana”. Apesar do clima de barbárie num conjunto apodrecido de programas policialescos, na Bahia e no Brasil, os direitos constitucionais são aplicáveis, inclusive aos suspeitos de crimes tipificados pelo Código Penal.
Sob a custódia do Estado, acusados de crimes são jogados à sanha de jornalistas ou pseudojornalistas de microfone à mão, em escandalosa parceria com agentes policiais, que permitem interrogatórios ilegais e autoritários, como o de que foi vítima o acusado de estupro Paulo Sérgio, escarnecido por não saber o que é um exame de próstata, o que deveria envergonhar mais profundamente o Estado e a própria mídia, as peças essenciais para a educação do povo brasileiro.
Deve-se lembrar também que pelo artigo 6º do Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros, “é dever do jornalista: opor-se ao arbítrio, ao autoritarismo e à opressão, bem como defender os princípios expressos na Declaração Universal dos Direitos Humanos“. O direito à liberdade de expressão não se sobrepõe ao direito que qualquer cidadão tem de não ser execrado na TV, ainda que seja suspeito de ter cometido um crime.
O jornalista não pode submeter o entrevistado à humilhação pública, sob a justificativa de que o público aprecia esse tipo de espetáculo ou de que o crime supostamente cometido pelo preso o faça merecedor de enxovalhos. O preso tem direito também de querer falar com jornalistas, se esta for sua vontade. Cabe apenas ao jornalista inquirir. Não cabem pré-julgamentos, chacotas e ostentação lamentável de um suposto saber superior, nem acusações feitas aos gritos.
É importante ressaltar que a responsabilidade dos abusos não é apenas dos repórteres, mas também dos produtores do programa, da direção da emissora e de seus anunciantes – e nesta última categoria se encontra o governo do Estado que, desta maneira, se torna patrocinador das arbitrariedades praticadas nestes programas. O governo do Estado precisa se manifestar para pôr fim às arbitrariedades; e punir seus agentes que não respeitam a integridade dos presos.
Pedimos ainda uma ação do Ministério Público da Bahia, que fez diversos Termos de Ajustamento de Conduta para diminuir as arbitrariedades dos programas popularescos, mas, hoje, silencia sobre os constantes abusos cometidos contra presos e moradores das periferias da capital baiana.
Há uma evidente vinculação entre esses programas e o campo político, com muitos dos apresentadores buscando, posteriormente, uma carreira pública, sendo portanto uma ferramenta de exploração popular com claros fins político-eleitorais.
Cabe, por fim, à Defensoria Pública, acompanhar de perto o caso de Paulo Sérgio, previamente julgado por parcela da mídia como ‘estuprador’, e certificar-se da sua integridade física. A integridade moral já está arranhada.

Salvador, 22 de maio de 2012.

Juventude rural é tema de debate no governo federal




Mais de 160 jovens participam de seminário para discutir políticas públicas
(Hosa Freitas, André Guimarães, Adriano Lozado – Portal do PT)


A Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), da Presidência da República, juntamente com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), está realizando, em Brasília, o 1º Seminário Nacional de Juventude Rural e Políticas públicas.
Mais de 160 jovens devem participar do evento que vai até esta quinta-feira (24). A pauta central gira em torno do conjunto de políticas públicas voltadas para jovens entre 15 e 29 anos.
Segundo o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, o governo quer ouvir as sugestões para traçar políticas públicas voltadas para a permanência destes jovens na sucessão rural.
“O objetivo do seminário é exatamente dar alternativas para que o jovem possa ficar no campo, tendo vida de qualidade. Aí entra a questão da formação da qualificação do jovem, o desenvolvimento de novas técnicas e novas formas de agricultura como, por exemplo, a agricultura orgânica, a agricultura agroecológica, da qualificação do jovem nesta nova técnica para que ele possa desenvolvê-la no campo”, explicou.
Para o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, esse diálogo do governo com jovens será importante para garantir a continuação da produção agropecuária no Brasil.

“É um evento importante, porque são as organizações da juventude rural que aqui estão, é um espaço de participação popular da juventude rural para discutir e avaliar as políticas públicas que foram construídas até hoje, do início do governo Lula até agora, para a juventude rural”.
Sobre as parcerias de outros setores do governo, Pepe Vargas disse que é necessário maior integração para ter políticas públicas mais eficazes.
“Olha não tem como ser diferente, nós temos que cada vez mais, integrar as políticas públicas para que elas tenham maior resultado para o conjunto da população brasileira”, ressaltou.
De acordo com a secretária Nacional da Juventude, do governo federal, Severine Macedo, o tema ganha valor e mais visibilidade a partir de agora.
“Essa é uma construção antiga onde os movimentos da juventude rural e governo podem discutir as necessidades da juventude. A gente avançou com a agricultura familiar, houve uma inversão de prioridades, temos que garantir políticas, de acesso a terra, a produção, ao crédito, a assistência técnica ao lazer e a cultura e educação no campo, nós não podemos pensar o campo como um espaço só de trabalho, mas também de qualidade de vida e com rendas suficientes para que estes jovens possam ter qualidade de vida”.
De acordo com Severine Macedo, cerca de 8 milhões de brasileiros e brasileiras, com idade entre 15 e 29 anos, vivem na área rural.
Os organizadores esperam que o evento sirva para a multiplicação e regionalização desse debate, visando à construção de uma política nacional voltada para os jovens do campo.

terça-feira, 22 de maio de 2012

A repórter loira, o suposto negro estuprador e uma sequência nojenta

do Blog do Rovai
Assista ao vídeo e veja se este blogueiro está exagerando.
Trata-se de uma caso que exige uma ação urgente por parte da sociedade civil.
É preciso que se mova uma ação contra a concessionária pública que dá voz a uma repórter irresponsável como essa. Isso mesmo, irresponsável. Estou à disposição da Justiça para me defender em relação ao termo utilizado. A propósito, a concessionária é a Band.
É preciso que entidades de Direitos Humanos e da questão negra também se posicionem.
Também é urgente que entidades como o Sindicato dos Jornalistas da Bahia a Fenaj reajam a essa barbaridade.
Assistam ao vídeo, vocês vão entender minha indignação.
A dica do vídeo me foi dado pelo Fabrício Ramos pelo Facebook.
Atualizando (00:30 da terça-feira): O nome da repórter é Mirella Cunha, como já registrado em muitos comentários. O apresentador do programa para o qual ela trabalha é Uziel Bueno. Mas, em última medida, a Band é a responsável final por essa bárbarie jornalística.
Quanto ao fato de eu ter registrado o loirismo da repórter e a negritude do acusado, pareceu-me importante lembrar que somos um país com enormes desigualdades sociais e raciais. E que o fato de esse garoto ser preto e pobre é o que permite tal atendando aos seus direitos mais elementares. Dúvido que um loiro rico seria tratado dessa mesma forma pela “corajosa” jornalista.


O click certeiro !!!














segunda-feira, 21 de maio de 2012

Revista Veja publica retaliação à TV Record após denúncias de ligação com Cachoeira





Novas gravações da Polícia Federal reforçam indícios de ligação da revista com bicheiro

A divulgação de escutas telefônicas pelo jornalismo da Record causou irritação na direção da revista Veja, que neste fim de semana reagiu com a publicação de ataques infundados contra a emissora. 



Curiosamente, a revista da Editora Abril publicou a mentira em uma seção chamada Radar, a mesma que aparece nas gravações da operação Monte Carlo como destino das informações de interesse do contraventor Carlos Cachoeira.
Cachoeira, Claudio Abreu e mais de vinte comparsas presos são acusados de 15 crimes, entre eles corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, contrabando e formação de quadrilha.

O site do jornal britânico The Guardian citou a revista em uma matéria sobre o escândalo. Disse que no dia 19 de abril o Congresso criou uma comissão especial para investigar o assunto. "Ele publicou um calendário preliminar de audiências, listando 167 convocações. O editor da conservadora revista Veja está entre os primeiros na lista".

As gravações, que foram ao ar neste domingo (20) no Domingo Espetacular, mostram uma conversa entre Cachoeira e o ex-diretor da Construtora Delta, Claudio Abreu, presos na operação Monte Carlo. Assista ao vídeo na íntegra abaixo:




Militantes reforçam candidatura de Beto Preto em Apucarana



Centenas e pessoas lotam no último sábado, 19/05, o Country Clube de Apucarana para comemorar os 32 anos do Partido dos Trabalhadores e garantir o apoio à pré-candidatura de Beto Preto à Prefeitura do município.


Também com as presenças do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, os deputados federais André Vargas e Ângelo Vanhoni, do presidente estadual do PT, deputado estadual Enio Verri e do vereador Junior da Femac, além de dezenas de prefeitos e militantes de toda as regiões Norte e Vale do Ivai.


Bernardo destacou que tem a convicção de que Beto Preto é uma pessoa preparada, tem talento, experiência e vontade política para fazer uma ótima administração na cidade”.


O deputado André Vargas voltou a destacar que nas próximas eleições é preciso eleger candidatos que trabalhem para garantir a melhoria da vida das pessoas, que governem pensando naqueles que mais precisam, como tem feito a presidenta Dilma”.


Vejam algumas imagens do evento:




quarta-feira, 16 de maio de 2012

OAB quer maior mobilização da sociedade londrinense


A Comissão de Direitos Humanos da OAB, subseção de Londrina, realiza nesta quinta-feira (17) uma reunião com a sociedade civil e entidades para discutir os desdobramentos das investigações contra a administração do prefeito Barbosa Neto (PDT). O encontro começa às 18h30 na sede da OAB Londrina, localizada na Rua Professor João Cândido, 344, no 4º andar. 



Nos últimos 30 dias, integrantes da atual gestão foram presos sob suspeita de participação em um esquema que coaptava apoio político de vereadores em troca de vantagens e financiamento de campanha. A denúncia partiu do vereador Amauri Cardoso (PSDB), que chegou a receber, no dia 24 de abril, R$ 20 mil do empresário Ludovico Bonato, a mando do ex-secretário, Marco Cito, conforme as investigações do Gaeco. 
Segundo a coordenadora da Comissão de Direitos Humanos, Caroline Thon, o encontro vai debater como a sociedade pode se mobilizar durante as investigações, já que os fatos revelados pelo Ministério Públicoafetam diretamente o cotidiano dos londrinenses. "Apesar das notícias e prisões, parece que ainda existe um silêncio na sociedade", avaliou. 

Além da mobilização dos cidadãos, ela destacou a importância da participação das entidades da sociedade civil. "Quando alguma irregularidade é constatada, os principais prejudicados somos nós", apontou. 

Caroline ainda esclareceu que, se necessário, a comissão também receberá o apoio do MP com informações sobre os casos apurados. 

Manifestação 

Um grupo de estudantes prepara uma manifestação para esta quinta-feira (17), durante sessão da Câmara Municipal de Londrina, pedindo o afastamento do prefeito Barbosa Neto até a conclusão das investigações relacionadas ao caso do suborno. O protesto, que deve contar com faixas e muito barulho, foi organizado no Facebook.

Fonte: http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-3--722-20120516

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Carta Capital: A Veja quer censurar a internet



A revista Veja tem medo do jogo da velha. O jogo da velha, no caso, são as hashtags, antecedidas pelo sinal #, para destacar vozes numa multidão de internautas – bobagens em alguns casos, mobilizações, em outros.

Para quem diz defender com a própria vida a liberdade de expressão, é preocupante. Nas 16 páginas desperdiçadas na edição do fim-de-semana em que tenta se defender, a semanal da editora Abril deixou claro: para ela, a liberdade de expressão não é um valor absoluto. Tem dono – ela e o reduzido grupo de meios de comunicação que se auto-qualificam de “imprensa livre”. Livre de quem? No caso da Veja, certamente eles não tratavam do bicheiro Carlos Cachoeira, espécie de sócio na elaboração de pautas da publicação.
Getúlio Vargas valia-se da expressão “aos amigos tudo, aos inimigos a lei”. A revista, em sua peça de realismo fantástico disfarçada de “reportagem”, a reformula: “aos amigos tudo (inclusive o direito de caluniar, manipular e distorcer), aos inimigos a censura. Ou não é isso, ao desferir um golpe contra as manifestações livres na rede e sugerir uma “governança” na internet, que os editores do semanário propõem? Eles tem urticária só de ouvir falar em um debate sobre a regulação dos meios de comunicação. Mas pimenta nos olhos dos outros…
Na própria peça de defesa, Veja distorce. Não foi a revista que derrubou Fernando Collor de Melo. É uma mistificação que só a ignorância permite perpetuar. A famosa entrevista do irmão do ex-presidente não teria resultado em nada. O que derrubou Collor foi o depoimento do motorista Eriberto França, personagem descoberto pela rival IstoÉ, na ocasião dirigida por Mino Carta.
Em termos de desonestidade intelectual, Veja se superou. Ao misturar aranhas, robôs e comunistas, a semanal de Roberto Civita produziu um conto de terror B. Nem se vivo fosse o falecido cineasta norte-americano Ed Wood, famoso por suas produções mambembes, toparia filmar um roteiro parecido. Além de tudo, a argumentação cheira a mofo, tem o tom dos anos da Guerra Fria. Quem tem medo de comunistas a esta altura? Nem na China.
PS: a lanterna na capa do semanário mostra outra coisa: calou fundo na editora o apelido Skuromatic, a lâmpada que provoca a escuridão ao meio-dia, dado a Roberto Civita por jornalistas da antiga redação de Veja.

Mídia social possui mais de 1 bilhão de usuários em todo o mundo



De acordo com um recente relatório do International Telecommunication Union (ITU), o número de pessoas que utilizam mídias sociais ultrapassou a marca de 1 bilhão em todo o mundo. 
O Facebook detém 90% do setor, com mais de 900 milhões de usuários. Junto com ele, estão outros grandes players, como Twitter (com mais de 200 milhões de usuários) e LinkedIn (mais de 120 milhões). O restante é formado por mídias extremamente localizadas, com serviços como QQ na China, Vkontakte na Rússia, Mixi no Japão e Orkut no Brasil, na Índia e no Paraguai.
Para o ITU, que é focado em regulamentação de telecoms, mídia social é uma área de crescimento que deve ser levada em consideração pelos reguladores de telecoms, já que ela não está ficando apenas cada vez mais onipresente, mas serviços como o Facebook estão se tornando mediadores de comunicação, com ofertas de voz e texto similares às das operadoras. 

segunda-feira, 7 de maio de 2012

PT/PR capacita militância virtual e debate formação de Núcleo MAV


PT Paraná/Fotos: Edson Rimonatto

No último sábado, 5, o PT Paraná deu início ao debate sobre a formação de um Núcleo MAV (Militância em Ambientes Virtuais) no Estado. O tema foi debatido no Seminário de Militância Virtual do PT/PR, que também promoveu a capacitação dos militantes para atuação na internet. O encontro foi realizado na sede do Diretório Estadual, em Curitiba.


Cerca de 60 pessoas participaram do seminário, entre jornalistas, profissionais de comunicação, profissionais de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), assessores de mandatos, blogueiros, juventude petista, representantes de diretórios municipais, além de filiados e simpatizantes que já atuam como militantes virtuais ou que desejam iniciar como ativistas digitais.

Petista evangélico quer projeto específico contra a homofobia

Petista evangélico quer projeto específico contra a homofobia

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Veja o video do peixe sendo retirado da barriga de um homem em Londrina







Vídeo polêmico do HU 'vaza' na internet


Cirurgia para retirada de enguia do intestino de um homem é filmada sem permissão e vai parar no Youtube


Um vídeo com cenas de uma cirurgia realizada no Hospital Universitário (HU) de Londrina vazou na internet e nas redes sociais na tarde de ontem. O procedimento em questão era da retirada de um peixe, do tipo piramboia, - da família das enguias - do intestino de um homem que o havia introduzido no ânus. As imagens mostram o momento em que o peixe é retirado do abdômen e colocado envolto em um pano. O que chama a atenção, porém, é que na mesma sala várias pessoas aparecem portando aparelhos eletrônicos semelhantes a celulares com câmera. Uma mulher, inclusive, ri da situação enquanto grava a cena.

Essa não é a primeira vez o HU é envolvido em situações de constrangimento aos pacientes e casos polêmicos que vão parar na internet. Em 2005, vários estudantes fizeram comentários racistas aos servidores e pacientes em uma comunidade do Orkut. Em 2008, imagens da comemoração de formandos soltando fogos de artifício nos corredores do hospital chocou a população. O caso teve repercussão nacional, mas os envolvidos não foram suspensos.

De acordo com a assessoria de imprensa da Universidade Estadual de Londrina (UEL), o procedimento foi realizado no dia 20 de abril e o homem já recebeu alta. Nádina Moreno, reitora da instituição, disse que assim que ficou sabendo que vídeos estariam circulando na internet por e-mails, já no dia 27 de abril, solicitou a abertura de uma portaria determinando a proibição de celulares dentro dos centros cirúrgicos e a investigação sobre o vazamento da filmagem feita sem autorização do paciente.

''É comum, em casos inusitados e diferentes, ocorrer a gravação do procedimento sem identificação do paciente, com finalidade pedagógica e discussão posterior. Mas isso é previamente combinado e autorizado'', diz a reitora. Como isso não aconteceu, a sindicância deve averiguar os responsáveis pela gravação, bem como a participação de cada um no caso. ''O processo vai verificar o envolvimento de todos presentes. Estamos investigando independendemente de quem quer que seja: docente, funcionários, técnicos ou estudantes.''

A sindicância tem até 60 dias para ser concluída, mas a reitora quer a finalização o quanto antes. Várias pessoas já teriam sido convocadas a dar esclarecimentos, inclusive o médico responsável pela cirurgia. ''É lamentável que isso tenha ocorrido. É importante salientar que não estamos colocando a competência em discussão, até porque a cirurgia foi um sucesso. Mas fatos como esse não podem acontecer jamais'', disse. A punição, segundo ela, pode chegar a advertência, suspensão ou até mesmo demissão imediata.

Marian Trigueiros - Reportagem Local Folha de Londrina

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Tudo indefinido na disputa de Apucarana


O que parecia resolvido caiu por terra na política de Apucarana. O candidato o pré-candidato a prefeito pelo PSDB, Sérgio do Cristma perdeu forças e agora os tucanos concentram suas energias na reeleição do prefeito João Carlos de Oliveira, do PMDB.
Caberá ao marketeiro José Pedro Campoy, popular “Corisco”(foto) que também é assistente parlamentar do senador Alvaro Dias (PSDB), a coordenação da campanha de João Carlos. Segundo informações a primeira estratégia dos tucanos para alavancar a candidatura de João Carlos é diminuir a diferença para o pré-candidato oposicionista Beto Preto, do PT.
Corisco, pediu aos participantes do encontro para vender otimismo. “Quando alguém disser que o prefeito João Carlos não está bem, precisamos afirmar que vai vencer as eleições, a prioridade é darmos mais quatro anos para o João”, afirmou Curisco. O Marketerio frisou que não é justo, João Carlos administrar Apucarana por apenas um ano. Essa frase é em referência a João Carlos ter passado os três primeiros anos de sua administração pagando dívidas. É bom lembrar que João Carlos foi secretário de fazenda nas administrações anteriores do ex-prefeito Valter Pegorer, seu mentor político.
Em relação à composição da chapa de João Carlos o candidato a vice não esta definido, ainda é possível que o ex pré-candidato o tucano Sérgio do Cristma componha com João Carlos como candidato a vice. Caso Sérgio não aceite é prioridade do PSDB indicar outro nome.

Postagens populares

Pesquisar neste blog