quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Como anunciar no facebook

Os anúncios no Facebook são uma excelente opção para marketing nas mídias sociais. É sem dúvida a modalidade de link patrocinado que mais tem se destacado nos últimos tempos e apresenta uma taxa de conversão invejável. Portanto, vamos analisar algumas dicas para quem pretende utilizar o Facebook Ads em suas campanhas de marketing nas mídias sociais.

O sucesso em campanhas de marketing no Facebook e outras ferramentas para links patrocinados, mede-se em termos de ROI – Return On Investment, como pudemos discutir em uma matéria publicada semana passada. Qualquer campanha de marketing online visa obter o máximo de retorno sobre o investimento feito e para isso é necessário observar algumas regras especiais sobre a formatação do anúncio. O objetivo é o de conseguir o maior CTR – Click Through Rate possível em cada campanha, principalmente em se tratando do Facebook que tem nessa métrica um fator determinante para a permanência ou não do anúncio em exposição. além disso, como no Google AdWords, o CTR do anúncio também influenciará diretamente no custo dos cliques. Portanto, vamos trabalhar um pouco as técnicas de forma a conseguir o melhor retorno possível do nosso investimento.

Segmente ao máximo o seu público alvo: Com o Facebook Ads podemos escolher quem vai ver o nosso anúncio de uma forma jamais vista na Internet. É possível ter uma segmentação por país, sexo e idade, e até aos gostos pessoais de cada pessoa. O Facebook permite filtrar bastante o público alvo, e assim aumentar radicalmente o CTR e as vendas. Comece por vender produtos de um nicho de mercado a pessoas que demonstraram interesse nesse nicho. Você pode vender ring tones para quanquer pessoa, mas certamente os fãs de Ivete Sangalo estarão bem mais interessados em ring tone de músicas da Ivete Sangalo. Não tem mistério, é simples assim.

Insira o preço no texto do anúncio no Facebook: Exibir o preço do produto no anúncio veiculado no Facebook certamente vai aumentar o CTR da peça e também influenciará no ROI, porque apesar de haverem menos pessoas clicando no anúncio, já acessam o site sabendo o quanto deverão gastar na aquisição do produto ou serviço. Esta técnicas é bastante utilizada por marketers lá de fora e comprovadamente aumenta o retorno do anúncio.

Utilize imagens de ótima qualidade em seus anúncios no Facebook: Provavelmente o elemento mais importante para subir o CTR é a imagem de um anúncio e no caso de anúncios no Facebook esse fator tem ainda maior peso no desempenho da peça. Não se limite a pegar a imagem do produto que você deseja anunciar, tal e qual como está na web. Faça um bom tratamento da imagem e acima de tudo, coloque uma imagem que realmente tenha a ver com a mensagem do anúncio, pois este é um dos critérios de aprovação de anúncios veiculados no Facebook.

CPM ou CPC?: Quando criamos um anúncio podemos pagar por visualizações (CPM) ou por cliques (CPC) nesse anúncio.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Jonny Size - Positive Vibrations

Gmail permite fazer ligação para telefone fixo e celular

O Google lançou internacionalmente, inclusive no Brasil, o sistema do Gmail que permite fazer ligações para telefones fixos e celulares por meio do serviço de e-mail, concorrendo com o Skype, que tem um sistema parecido.Para fazer ligações, é preciso comprar créditos, que estão disponíveis em quatro moedas (euro, libras, dólares canadenses e dólares americanos). De acordo com o Google, não há cobrança de tarifas de conexão e o usuário paga apenas pelo tempo da conversa. O minuto de uma ligação para telefone fixo fica por cerca de R$ 0,05, enquanto a ligação para celular fica por R$ 0,23.Para usar o sistema, é preciso instalar um plug-in que dá acesso ao serviço de bate-papo por voz e vídeo. Depois, o usuário deve entrar no bate-papo do Gmail e clicar no link Chamar telefone. Na janela Chamar, é possível pode digitar um número de telefone, ver o histórico de chamadas ou adicionar créditos.Região nos próximos dias.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Detento, porém editor: jornal é produzido por presidiário

Detento, porém editor: jornal é produzido por presidiário

Da Redação do Comunique-se

O brasileiro Juarez da Silva Goulart ganhou destaque em sites e blogs durante a semana passada, mas a repercussão de seu nome não está relacionada com a geologia, área de sua formação, nem pelas experiências de morar no exterior – viveu na França e nos Estados Unidos. O motivo de ele aparecer na mídia é o trabalho de editor que realiza na Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho (PDMC), em Ipaba, município de Minas Gerais.

Silva Goulart cumpre pena em regime fechado na prisão do interior mineiro, informa o site do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – que não divulga os crimes pelos quais o geólogo foi acusado e nem o período da pena que ele cumprirá. Longe de sua profissão, o detento trabalha da biblioteca da unidade carcerária e comanda o jornal “Inclusão”, publicação que teve sua terceira edição lançada no final do mês passado.

Preso = repórter
Com o objetivo de ressocializar detentos, o jornal é produzido integralmente por pessoas que cumprem pena no PDMC e pelos próprios funcionários do local. Além do editor Silva Goulart, o veículo de comunicação tem todas as reportagens e notas feitas pelos presidiários e agentes; as imagens são de responsabilidade de um dos administradores penitenciários. Na última edição, o “Inclusão” teve tiragem de 1.200 exemplares.

Patrocinado pela indústria Celulose Nipo-Brasileira (Cenibra), o jornal também conta com o apoio do diretor da penitenciária de Ipaba, Adão dos Anjos, que publicou um artigo na última edição. “Meu pai cometeu alguns erros”, disse ao ser questionado pela Agência CNJ sobre a sua relação de colaboração com o jornal editado por Silva Goulart.

Postagens populares

Pesquisar neste blog