segunda-feira, 28 de março de 2011

Caetano Veloso diz que Veja aderiu ao “linchamento” de Maria Bethânia

O cantor e compositor Caetano Veloso atacou a imprensa pela polêmica envolvendo sua irmã Maria Bethânia que no começo do mês foi criticada por ter recebido autorização do Ministério da Cultura para captar R$ 1,3 milhão na criação de um blog com 365 vídeos em que interpretaria poesias.

“Aliás, a 'Veja' (não, Reinaldo, não danço com você nem morta!) aderiu ao linchamento de Bethânia com a mesma gana (...) A 'Veja' logo pôs que Bethânia tinha ganho R$ 1,3 milhão quando sabe-se que a equipe que a aconselhou a estender à internet o trabalho que vem fazendo apenas conseguiu aprovação do MinC para tentar captar, tendo esse valor como teto. Os editores da revista e do jornal sabem que estão enganando os leitores”, disse em sua coluna no jornal O Globo, publicada neste domingo (27/3).

Além da Veja, Caetano também criticou a Folha de S. Paulo, que divulgou a notícia em primeira mão. "A 'Folha' disparou, maliciosamente, o caso. E o tratou com mais malícia do que se esperaria de um jornal que - embora seu dono e editor tenha dito à revista "Imprensa", faz décadas, que seu modelo era a "Veja" - se vende como isento e aberto ao debate em nome do esclarecimento geral”.

Caetano citou os jornalistas Ricardo Noblat e Mônica Bergamo, que também divulgaram a polêmica de Bethânia. “Certos jornalistas precisam sentir na pele os danos que causam com suas leviandades. Toda a grita veio com o corinho que repete o epíteto 'máfia do dendê', expressão cunhada por um tal Tognolli, que escreveu o livro de Lobão, pois este é incapaz de redigir (não é todo cantor de rádio que escreve um 'Verdade tropical'). Pensam o quê? Que eu vou ser discreto e sóbrio? Não. Comigo não, violão”, contestou.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Pesquisar neste blog