terça-feira, 14 de setembro de 2010

Oportunidades nas redes sociais – Espalhar ideias



Vamos falar hoje sobre as possibilidades de espalhar ideias que as redes sociais nos trouxeram.

Alcance das ideias antes da Web 2.0

A principal característica da Web 2.0 é que as pessoas não são apenas consumidoras de conteúdos, mas também produtoras. Isto propicia uma maior interação entre as pessoas na Internet, surgindo novos meios para se passar uma informação.
Mas como todos sabem, nem sempre foi assim.
Antes por exemplo, se eu tivesse uma ideia sobre algo que eu acho que seria legal para determinada marca/produto, eu teria que tentar ligar para a empresa e dificilmente conseguiria entrar em contato com uma pessoa que realmente pudesse analisar a minha ideia, e se for boa colocar em prática. Ou ainda, eu teria que enviar uma carta para a empresa.
Ou seja, antes as pessoas podiam ter até boas ideias e sugestões para agregar a uma marca/produto, mas não tinham acesso a meios eficazes para espalhar essas ideias.

Porém hoje com redes sociais

As redes sociais com certeza serão um marco na história da sociedade, principalmente pelo fato de possibilitarem um nível de comunicação e interação que antes parecia ser impossível.
Hoje se eu tiver alguma ideia, por exemplo uma ideia de um quadro para o programa do Luciano Huck, eu poderia twittar a ideia colocando um @huckluciano no tweet, que provavelmente, seria lido pelo próprio Luciano Huck. Ou seja, isso é realmente incrível.
Para ter uma idéia de como as redes sociais nos trazem novas possibilidades nunca antes imaginadas, outro dia eu estava lendo o livro Socianomics (que já foi assunto de vários post no blog, veja a categoria socialnomics), e postei em meu Twitter a frase “Word of Mouth goes World of Mouth” que achei interessante no livro.O Erick Qualman autor do Livro monitora termos de seu livro no Twitter, e por conta disto ele entrou em contato direto comigo agradecendo a citação. Neste momento aproveitei o contato com ele para conversar um pouco sobre o Vizir, e colher feedback, ou seja uma Tweetada me rendeu uma troca de emails com o Erick Qualman, e um feedback bem legal para o produto que estamos desenvolvendo. Onde uma conversa desta aconteceria senão existisse as redes socias? Simplesmente não aconteceria!
Isto não se restringe apenas as ideias que compartilho, as mesmas possibilidades existem para consumo de conteúdo. Hoje posso assistir uma palestra do Seth Godin, no TED, estando eu na minha própria casa. Antes eu poderia assistir uma palestra dele, apenas se ele fizesse ela em um programa de TV (o que não é muito comum, principalmente na TV aberta), ou seria necessário eu ir até o local da palestra (provavelmente fora do país).
Não é por acaso, que hoje as redes sociais são uma fonte super importante para as marcas. Por meio delas, os usuários/consumidores podem compartilhar as suas ideias e opiniões e fornecedores/fabricantes podem colher feedback sobre os seus produtos/serviços, podendo ainda saber as ideias que os seus usuários/consumidores estão compartilhando sobre eles.
E quem sabe uma das ideias de um usuário/consumidor seu, não poderá ser a próxima grande ideia que irá alavancar ainda mais o seu produto/serviço?
Abraços,

Um comentário:

Gabriel disse...

Com tanta evolução no ramo tecnológico vemos que nós profissionais devemos acompanhar de perto todas as mudanças.
As redes sociais vieram para mudar a maneira de interação entre empresas e mercado, mas estão tornando a comunicação entre todas as pessoas mais práticas.
Pesquisando sobre redes sociais descobri uma sobre video-games agora. Achei muito interessante para quem é jogador. Chama-se http://www.gamee.in . E ainda é nacional, muito interessante.
As novidades não param de surgir.

Postagens populares

Pesquisar neste blog