terça-feira, 6 de julho de 2010

Para ombudsman da Folha, erro com anúncio revela nova postura do jornal

Anuncio do Mercado Extra publicado na  Folha antes da desclasificação do Brasil ja previa o Pior     (entenda o caso)

Suzana Singer, ombudsman da Folha de S. Paulo, afirmou em sua coluna dominical (04/07) que o erro na publicação de um anúne cio do Extra na semana passada serviu para mostrar a nova postura do jornal com as novas mídias. Ela relembrou a repercussão que o caso teve no Twitter e que a equipe do diário soube lidar com as críticas e perguntas que foram feitas nas redes sociais.

A ombudsman afirmou que o assunto se espalhou rapidamente, devido "a força do boca a boca na era digital". O jornal inglês The Guardian chegou a noticiar o erro e o presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar, Abílio Diniz, se posicionou contra a falha pelo seu perfil no Twitter.

“A Folha também reagiu no Twitter. Respondeu aos que comentavam o incidente, deixando evidente uma nova postura do jornal -foi criado há apenas três meses o cargo de editor de mídias sociais, para, entre outras coisas, acompanhar o que se diz sobre a Folha nas redes”, escreveu Suzana.

A ombudsman afirmou que para a Secretaria de Redação, o “jornal precisa se fazer ouvir e dialogar no ambiente das mídias sociais”. “O que parece óbvio para muitas empresas é uma pequena revolução na Barão de Limeira. A Folha costumava ter uma atitude estoica diante dos bombardeios que sofre no mundo digital. No caso do Extra, o jornal foi transparente e publicou reportagem em Mercado relatando o tremendo tropeço. Isso mesmo, tropeço, engano, mancada. Imenso, mas só isso”, afirmou Suzana.

Fonte http://www.comunique-se.com.br


Share/Bookmark

Nenhum comentário:

Postagens populares

Pesquisar neste blog