quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Conheça a Rede Social Ning e saiba o que é Viral Loop!





Vamos a mais um post sobre redes sociais.Veio através do @GoUp pelo twitter a excelente matéria sobre a rede social Ning e a explicação do que já está sendo considerada a maior estratégia de marketing do mundo. Dei uma pesquisada no google antes de começar a escrever este post e fiquei feliz em saber que existe pouco material em português sobre este assunto. Preciso dizer mais ? Veja agora um artigo bem detalhado sobre a rede social Ning e o chamado Viral loop.
Muito já foi falado sobre o assunto e não é mais novidade para ninguém. Você com certeza deve fazer parte de algumas redes sociais. Mas, você já pensou em criar a sua própria rede social ? Seja ela para se relacionar com amigos, ou até, e porque não, uma rede social corporativa, para reunir seus clientes, expor uma página na internet com seu produto/serviço e escutar o que seus clientes tem a dizer sobre ele. Inclusive uma ótima oportunidade para novos negócios se clientes de regiões diferentes ou segmentos diferentes tiverem a oportunidade de se conhecerem e trocar experiências.No Ning isto é possivel! E é este, seu principal diferencial.Vamos começar explicando como tudo começou.
Viral Expansion loops é uma espécie de engenharia alquímica que, se realizada corretamente, quase garante um crescimento auto replicável: um usuário se torna dois, depois quatro, oito, até 1 milhão ou mais. Não é muito diferente de fazer dobrar um centavo diariamente por 30 dias. Depois de uma semana, você terá R$ 0,64; em duas semanas, R$ 81,92; no trigésimo dia, cerca de R$ 5,4 milhões. Incrível não é mesmo ?
Os viral loops surgem como o acelerador mais significativo dos negócios no Vale do Silício desde osearch engine, o mecanismo de busca na web. Eles potencializam muitos dos ícones da web 2.0, incluindo GooglePayPal, YouTubeeBayFacebookMySpaceDiggLinkedInTwitter eFlickr. Mas não confunda viral loop com marketing viral: o anúncio viral não pode ser replicado, enquanto, por definição, um viral loop deve ser replicado.

Graficos Redes NING
Os viral loops surgem como o acelerador mais significativo dos negócios no Vale do
Silício desde o search engine, o mecanismo de busca na web. Eles potencializam muitos dos
ícones da web 2.0, incluindo Google, PayPal, YouTube, eBay, Facebook, MySpace, Digg,
LinkedIn, Twitter e Flickr. Mas não confunda viral loop com marketing viral: o anúncio
viral não pode ser replicado, enquanto, por definição, um viral loop deve ser replicado.
A Rede Social Ning tem crescido “automagicamente” desde que lançou a Social Networks for Everything, plataforma gratuita para a construção faça você mesmo de redes sociais, em fevereiro de 2007. Em junho, já havia lá 60 mil redes; em agosto, 80 mil; no fim do ano, 150 mil; e hoje, mais de 230 mil. Cerca de 40% das redes sociais Ning têm origem fora dos Estados Unidos, e os membros de 176 países cadastrados contam com o serviço em diversos idiomas. A empresa estima que nesse ritmo estará hospedando, no final de 2010, cerca de 4 milhões de redes sociais, com dezenas de milhões de membros, o que significa bilhões de page views (acessos a uma página de site) diariamente.
As redes sociais Ning, nas quais os usuários incluem comentários, perguntas, fotografias e vídeos, tratam de ampla gama de temas, desde motocicletas a maternidades, de programas de TV a carros personalizados. Uma das redes mais populares é a do 50 Cent, astro do hip-hop norte americano, possui 107 mil membros. Um único grupo da Ning pode, em tese apresentar o que alguns já consideram a mais avançada estratégia de marketing desenvolvida no mundo até hoje.
O viral loop da Ning, em tese, pode servir como plataforma para um negócio; coletivamente, as redes representam um universo comercial sempre em expansão.
Espero que tenham gostado do post. A matéria original que este post se baseou está aqui. Pra quem não tem conhecimento em inglês e tiver dificuldades em criar sua rede social no Ning, veja aqui um tutorial em português, beemmm explicadinho.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Pesquisar neste blog