sexta-feira, 11 de setembro de 2009

TSE abre inscrições para hackers testarem urnas eletrônicas




do G1

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abriu nesta sexta (11) inscrições para quem quiser fazer as vezes de hacker e atacar os sistemas das urnas eletrônicas que serão utilizadas nas eleições do ano que vem. Os testes, que serão públicos, vão acontecer entre 10 e 13 de novembro deste ano. As inscrições vão até o dia 13 de outubro, sempre nos dias úteis, e devem ser feitas pessoalmente ou por carta registrada.

Para participar dos testes, o interessado (chamado pelo TSE de ‘investigador’) deve apresentar um plano de ação, em um formulário específico do tribunal, descrevendo os procedimentos que pretende tomar e os equipamentos que quer usar para tentar quebrar a segurança das urnas. Esse plano de ação será avaliado e, se aprovado pelo TSE, poderá ser posto em prática. O resultado dos planos aprovados pelo órgão sai no dia 26 de outubro, no Diário Oficial.

O tribunal se compromete a fornecer material de escritório, computadores com Linux e Windows, impressoras, ferramentas e softwares que não exijam licenças comerciais (a não ser que o ‘investigador’ as possua), caso sejam solicitados.

O investigador será obrigado a assinar um termo de compromisso com o TSE repassando e demonstrando toda a documentação sobre os materiais e procedimentos dos testes, mesmo que eles não tenham sido bem-sucedidos. O tribunal vai criar um site especial para divulgar os resultados dos testes.

As contribuições “mais relevantes”, diz o TSE, serão premiadas. O órgão não divulgou quais prêmios serão distribuídos.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Pesquisar neste blog