quinta-feira, 3 de setembro de 2009

LIXO IMPORTADO: EMPRESA DEPOSITA EM LONDRINA LIXO DOMÉSTICO COLETADO EM CIDADE VIZINHA




"Por volta das 13h00 do dia 01 de setembro de 2009, o SINDAEL - Sindicato de Água Esgoto e Meio Ambiente de Londrina e Região, recebeu uma denuncia de que a empresa Seleta Meio Ambiente, empresa esta responsável pela coleta de lixo domiciliar na cidade de Londrina estaria depositando lixo doméstico numa das “baias” da empresa Leão Engenharia – (Leão Engenharia S/A produz e comercializa concreto, asfalto usinado e britas. A empresa é uma das maiores fornecedoras de concreto da região de Ribeirão Preto, para grandes e pequenas obras) localizada da Rua Angelina Ricci Vezozzo, 416 em Londrina.

Como o Sindicato em outro episódio recente já havia solicitado diretamente ao Prefeito Barbosa Neto que através da SEMA proibição do recebimento de Lixo de Ibiporã pela Kurica Ambiental, e que segundo consta é do mesmo grupo da Seleta, não teve duvida estava prestes a constatar e reincidência no crime ambiental, imediatamente deslocou uma equipe para o local para chegar às informações.

Para a surpresa da assessoria ao chegar ao local se deparou com dois caminhões da Seleta Ambiental descarregando o Lixo, porém a triste constatação foi dada por um funcionário do próprio grupo identificado pelo primeiro nome de Jorge que foi até o local em uma Mercedes Classe A preta juntamente com outro interlocutor de nome Ruan, segundo Jorge o lixo era mesmo da cidade de Ibiporã, que apenas dois caminhões estavam sendo despejados ali por que um caminhão havia quebrado e estavam usando como área de transbordo.

Mas transbordo de Ibiporã para Londrina? Desconfiado da historia o técnico sindicato já havia contatado que algo estava errado, pois se ele próprio havia presenciado dois caminhões descarregando e já havia uma quantidade significativa lá depositada podendo facilmente ser calculado em mais de 10 caminhões, diante do fato constatado não teve duvida acionou os órgãos municipais, primeiramente a CMTU através do Diretor Administrativo Financeiro André Nadai, informado que o Secretario de Meio Ambiente Carlos Levi se encontrava a trabalho em Curitiba, informou e pediu ajuda a SEMA e a Força Verde"

Att.

Alexandre Schmerega Filho
Dir. Presidente SINDAEL

3 comentários:

Anônimo disse...

Boa Noite.

Andre Guimarães o Sindael se da por satisfeito com a grande repercussão que houve com a veiculação da matéria no seu Blog.
Todavia solicitamos que reduza a materia mantendo a mesma foto com o seguinte texto.

"Por volta das 13h00 do dia 01 de setembro de 2009, o SINDAEL - Sindicato de Água Esgoto e Meio Ambiente de Londrina e Região, recebeu uma denuncia de que a empresa Seleta Meio Ambiente, empresa esta responsável pela coleta de lixo domiciliar na cidade de Londrina estaria depositando lixo doméstico numa das “baias” da empresa Leão Engenharia – (Leão Engenharia S/A produz e comercializa concreto, asfalto usinado e britas. A empresa é uma das maiores fornecedoras de concreto da região de Ribeirão Preto, para grandes e pequenas obras) localizada da Rua Angelina Ricci Vezozzo, 416 em Londrina.

Como o Sindicato em outro episódio recente já havia solicitado diretamente ao Prefeito Barbosa Neto que através da SEMA proibição do recebimento de Lixo de Ibiporã pela Kurica Ambiental, e que segundo consta é do mesmo grupo da Seleta, não teve duvida estava prestes a constatar e reincidência no crime ambiental, imediatamente deslocou uma equipe para o local para chegar às informações.

Para a surpresa da assessoria ao chegar ao local se deparou com dois caminhões da Seleta Ambiental descarregando o Lixo, porém a triste constatação foi dada por um funcionário do próprio grupo identificado pelo primeiro nome de Jorge que foi até o local em uma Mercedes Classe A preta juntamente com outro interlocutor de nome Ruan, segundo Jorge o lixo era mesmo da cidade de Ibiporã, que apenas dois caminhões estavam sendo despejados ali por que um caminhão havia quebrado e estavam usando como área de transbordo.

Mas transbordo de Ibiporã para Londrina? Desconfiado da historia o técnico sindicato já havia contatado que algo estava errado, pois se ele próprio havia presenciado dois caminhões descarregando e já havia uma quantidade significativa lá depositada podendo facilmente ser calculado em mais de 10 caminhões, diante do fato constatado não teve duvida acionou os órgãos municipais, primeiramente a CMTU através do Diretor Administrativo Financeiro André Nadai, informado que o Secretario de Meio Ambiente Carlos Levi se encontrava a trabalho em Curitiba, informou e pediu ajuda a SEMA e a Força Verde"

Att.

Alexandre Schmerega Filho
Dir. Presidente SINDAEL

Anônimo disse...

Parabéns pela matéria , mas lamentvelmente até agora ninguem ficou sabendo o final desta triste novela.

Será que a administração tem compromissos sérios com este grupo , poís estamos sentindo que este grupo chegou na nossa cidade a poucos dias e pensa que pode fazer o que bem quizer. A admistração deve esclerecimentos urgentes a população a respeito deste grupo aventuireiro que estão agindo em Londrina. Por acaso alguém sabe a quem pertence este grupo

Anônimo disse...

Interessante, não tenho nenhuma ligação com Londrina, Leão, Sindicato, etc. Nem na região sul do país estou, mas acho cômico uma publicação sobre encomenda. Informação sem imparcialidade atendendo a interesses particulares não serve de nada.
Revise sua postura blogueiro.

Postagens populares

Pesquisar neste blog