sábado, 25 de julho de 2009

Barbosa Mentiu ? Ou não disse a Verdade ?



http://josepedriali.blogspot.com/
Pra que mentir, senhor prefeito? O prefeito de Londrina, Homero Barbosa (PDT), esteve terça-feira em Brasília. Sua agenda previa ida a vários ministérios e um encontro com o chefe de gabinete da presidência, o londrinense Gilberto Carvalho.
Nesse dia, o presidente da Câmara, José Roque (Padre Roque) e os membros da CEI que investigaram o transporte coletivo foram ao gabinete do prefeito para entregar o relatório. Haviam agendado o encontro com o vice, que não compareceu. Ninguém compareceu, aliás.
No dia seguinte, de volta a casa, Homero Barbosa soltou os cachorros sobre os vereadores, que recomendaram a anulação da licitação do serviço de transporte coletivo, feita há dois-três anos.
O assunto é sério demais para ser desqualificado. O que fez o prefeito? Além de desqualificar o trabalho dos vereadores, mentiu: "Isso aqui não é carnaval. Eu estava em Brasília falando com o presidente da República e todos os secretários estavam ocupados. Bastava ter protocolado na CMTU”.
Ele não esteve com o presidente da República. Basta conferir a agenda do Planalto para esse dia (presidencia.gov.br).


O release que é um primor de hipocrisia Convido os meus sete (se ainda os tiver) leitores para analisar o


release abaixo, da Prefeitura de Londrina, postado ontem e assinado pelo reponsável pela área de comunicação:
Prefeito convida Lula para inauguração do “Minha Casa”
Barbosa Neto entregou ontem, convite ao presidente Lula para vir a Londrina na inauguração das 10 primeiras casas do programa do governo federal
José Otávio
n.com@sercomtel.com.br
As primeiras casas para as famílias de até três salários mínimos do programa federal “Minha Casa Minha Vida” serão inauguradas em Londrina. Será no dia 14 de agosto, às 10h, que as dez primeiras das 32 habitações do empreendimento Residencial Elizabeth, localizado na avenida da Liberdade, 1.403, jardim Elisabeth, região norte, estarão prontas.
O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, aproveitou a ida a Brasília e convidou o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para participar do evento. Barbosa Neto também convidou a chefe da Casa Civil, Dilma Roussef. “Entreguei um quadro da obra para o presidente”, declarou o prefeito.(Londrina, 22 de julho de 2009)


Agora, à análise:
Saltemos o primeiro parágrafo. O que interessa é o segundo. Então, "aproveitando" a viagem a Brasília, o prefeito de Londrina "convidou" o presidente da República. Ora, ora, ora, então o encontro e o convite ao presidente da República foram feitos ao acaso, assim como alguém que viaja a negócios e, depois de encerrada a agenda, "aproveita" e vai à procura de um amigo para convidá-lo a ir a sua casa.
Isso é ridículo. Primeiro, a visita ao presidente da República deve vir em primeiro plano e não como um acontecimento secundiário, ocorrido - repito - por acaso.
Mas, note-se: o release não diz que o prefeito encontrou-se com o presidente. Diz que o "convidou". O convite, portanto, pode ter sido feito por intermediário. Que tal por meio do chefe de gabinete, que, ele sim, estava na agenda do prefeito? Ou, simplesmente, deixou a correspondência na portaria do Palácio do Planalto. Por que não?
O autor deixa uma pista sólida de que o convite foi feito mesmo por intermediário, ao dizer que o prefeito "também convidou a chefe da Casa Civil". Ora, Dilma Rousseff está em férias!!!! e, mesmo que estivesse em Brasília, a agenda do prefeito não previa encontrar-se com ela (e muito menos a dela!) Portanto, se houve o convite à ministra, foi por meio de sua assessoria. Ou em correspondência deixada na portaria do Palácio do Planalto, onde trabalha também a senhora ministra.
E, para concluir, a afirmação chocante: "Entreguei um quadro da obra para o presidente". A afirmação é atribuída ao prefeito. Ela dá a entender que a entrega foi pessoal. Como é um release da Prefeitura, deve ser interpretado como uma manifestação oficial do prefeito.
E eu também menti, porque prometi que o comentário anterior seria o último, mas me vem à mente a pergunta inevitável: onde está a foto do encontro do prefeito com o presidente? Ele deixaria passar em branco um momento tão imporante e simbólico como esse?
Fotógrafos há de sobra no Planalto.
Sugestão para a assessoria do prefeito Homero Barbosa Comentei no post abaixo que faltava uma foto para comprovar o encontro do que o prefeito de Londrina Homero Barbosa alega ter tido com o presidente Lula em Brasília, terça-feira passada.
Já que não há a foto, sugiro à assessoria do prefeito procurar no google a empresa que, no início do ano, durante o encontro dos prefeitos convocado pelo Planalto para lhes apresentar a candidata-chefe Dilma Rousseff, fez felizes todos os senhores prefeitos presentes a este festim diabólico.
Refiro-me à empresa que fez uma fotografia do presidente em tamanho natural, fixou-a sobre uma superfície sólida e - eureka! - posicionou os interessados ao lado dela, dando a impressão que o dito cujo estava coladinho no Lula em carne e osso.
Todos voltaram para suas cidades exibindo as fotos ao lado do Lula!
Taí: eis a solução. Matem a cobra e mostrem o pau!

Nenhum comentário:

Postagens populares

Pesquisar neste blog