sábado, 16 de maio de 2009

CPI da Petrobrás é irresponsabilidade



O deputado federal André Vargas (PT-PR) classificou como irresponsabilidade a CPI da Petrobrás que está sendo proposta no Senado. Vargas diz não acreditar nas CPI´s, que nos últimos anos se tornaram um espetáculo de acusações, expondo as pessoas a situações constrangedoras, muitas vezes sem comprovações posteriores.
Na sua avaliação quem tem capacidade para promover boas investigações hoje é a Polícia Federal. “Não tinha no governo Fernando Henrique”, alfineta. Também reforçou que, além da PF, o Ministério Público Federal e o Tribunal de Contas da União são órgãos competentes.
“Num momento de crise, acho a proposta desta CPI uma irresponsabilidade sem fim”, argumentou preocupado com a possibilidade de se atingir a imagem da Petrobrás. “A empresa está presente em vários países do mundo, tem investimentos maiores que o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), investiu 41% a mais do que no mesmo período do ano passado e está ajudando o Brasil a sair da crise. Neste momento, vem o senador Álvaro Dias e propõe a CPI”, contesta.
Segundo André, para todos os processos que precisam ser analisados existem órgãos competentes para investigá-los. “O que se quer é criar fato político, o que vai prejudicar o preço das ações da Petrobrás, além de criar obstáculos ao processo de exploração do Pré-sal”, referindo à maior reserva de petróleo do mundo e que só Petrobrás tem tecnologia e a CPI poderia criar dificuldades.
“Nós do PT fomos oposição, mas nunca com este nível de irresponsabilidade que tem hoje o PSDB e o DEM. Num momento de crise, em que a Petrobrás está se recuperando e ajudando o Brasil a superar, criar uma CPI para evitar que a Dilma seja presidente, atingir o Lula ou o PT, atingirão o Brasil”, acusa.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Pesquisar neste blog