sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

O que pensa um ex-militante do Movimento Estudantil da década de 60 sobre a atualidade do ME



Em entrevista concedida ao Ideia Certa, o Ex Ministro José Dirceu falou sobre a atualidade do movimento estudantil confira:

André Guimrães:
O movimento estudantil se desarticulou após a vitoria das forças populares no Brasil, um pouco pelo fato de suas principais bandeiras ter sido absorvida pelo governo Lula. No seu entendimento qual o papel do movimento estudantil (secundarista e universitário) nesses dias?


José Dirceu: As bandeiras estão todas aí. Cada momento histórico apresenta seus desafios. Acredito que a vitória das forças populares precisa ser compreendida pelos jovens como um instrumento para fortalecer as lutas históricas dos movimentos - de todos, estudantil ou não - para que suas reivindicações sejam sejam realmente conquistadas.

Há uma impressão errônea sobre o movimento estudantil sempre que comparado ao passado. Ele continua atuante - basta entrar no site da UNE e ver suas atividades recentes, como a Caravana que a entidade organizou, levando aos quatro cantos do país, discussões importantes sobre saúde e educação. A luta é grande, principalmente, se pensarmos na Educação do país, que avançou muito e precisa avançar ainda mais. É evidente que o governo precisa do apoio e da voz dos estudantes para levar a cabo as transformações. Elas só ocorrerão de maneira satisfatória com a intervenção, o controle e a atuação dos jovens. Eles são os principais interessados.

Não podemos mais falar sobre “a juventude brasileira”, mas sobre as várias juventudes que compõem esse segmento em nosso país. Veja a força da juventude Hip Hop que tão bem expressa a realidade e anseios dos jovens moradores na periferia nas grandes cidades. Temos a juventude do campo, a juventude do movimento negro, a juventude partidária, a juventude sindical, a juventude dos povos tradicionais, a luta dos jovens portadores de necessidades especiais, a juventude do movimento GLBT, também a juventude estudantil e tantas outras com suas reivindicações legítimas, a consciência crítica, que em seu conjunto revela tão bem os desafios do país.

A juventude não está apática. Ela tem voz e luta. O próprio Encontro Nacional deu provas do que estou falando. Ali, pudemos ouvir a voz desses vários segmentos. Acredito que a vitória do governo Lula, não desarticulou o movimento estudantil, e nem o dos jovens em geral. Pelo contrário, veja o grande esforço da Secretaria Nacional da Juventude e do Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) que atuaram muito bem nesse sentido, no processo de organização das forças jovens dispersas, procurando fortalecer e instaurar políticas públicas de Estado que os contemple. Acredito e torço para que esse esforço não se dissipe com trocas de governo ou embates partidários. O que foi realizado na área é inédito na história do país e merece destaque. Inclusive, nas eleições municipais, houve um acordo suprapartidário em prol da efetiva instauração das políticas para a juventude brasileira. Os jovens deram uma lição de democracia a todos nós.

Um comentário:

carlos doria disse...

Prezado André,
vc é um jovem na casa dos seus 20 anos e eu estou me aproximando dos 70.Fui companheiro do Zé Dirceu na luta contra a ditadura militar e acho que ele perdeu seus direitos políticos injustamente.
Vi que vc é de Londrina. Na segunda metade da década de 60 até o final de 70, como funcionário do Instituto Brasileiro do Café, 3 vezes ao ano, passava 15 dias na sua cidade.Ficava sempre no Hotel Coroados, na mesma rua onde ficava a antiga agência do IBC.Eu era o responsável pelas previsões da safra do café no norte do Paraná. Viajei muito por essa região, na época que o café era o "ouro verde" da economia brasileira.Época de belos puteiros aí em Londrina. Corria muito dinheiro nessa cidade.
O que me levou escrever para o seu blog foi porque sua entrevista serviu para desmistificar um pouco a idéia de que a juventude atual é completamente alienada. Penso igual ao Zé. Por isso, tomei a liberdade de copiar seu texto no meu blog http://blogdeumsem-mdia.blogspot.com.Gostei dele e muito sucesso.
Aquele abç Carlos Dória

Postagens populares

Pesquisar neste blog