quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

José Dirceu fala sobre Políticas Públicas de Juventude



O Ex-Ministro José Dirceu foi um dos mais importantes Líderes do Movimento Estudantil na década de sessenta , varias são as participações históricas de Zé Dirceu na Luta pela democracia brasileira. mesmo depois da ascensão Zé Dirceu é um apaixonado pelas causa e lutas da juventude contemporânea, em seu blog dedica grande parte de suas atenções para o tema, na entrevista que ele me concedeu não podia deixar de falar sobre o assunto:


André Guimarães:
Políticas públicas para os jovens vem sendo discutidas e implementadas pelo governo federal, a Frente Parlamentar de Juventude, na Câmara dos Deputados, está mais ativa do que nunca, e vários conselhos municipais e estaduais de juventude estão sendo criados. A juventudes ganham e ampliam seus espaços e torna-os cada vez mais atuantes dentro dos partidos. Mesmo assim o interesse da juventude por política ainda não é tão expressivo. Qual o caminho para que os partidos e os movimentos conquistem cada vez mais os Jovens?



José Dirceu: Lamentavelmente, a política brasileira é vista pela maioria dos jovens como algo distante. Ressalto, como já disse anteriormente, os avanços fundamentais da Secretaria da Juventude, que acredito, a médio e longo prazo produzirão grandes transformações nesse sentido. A possibilidade de atuar e transformar a realidade é inerente à juventude. E que ninguém se engane, atuar é fazer política. No âmbito partidário, a formação política e de novas lideranças são pilares para a conquista da juventude. A discussão de pontos de vista, a construção do processo democrático, o aprendizado do consenso e o embate com outras posições são caminhos para essa conquista. Aposto que na chamada "apatia" da juventude brasileira há muito mito. Os jovens estão se expressando em novos canais de participação. Não é novidade que setores conservadores da sociedade preferem que seus jovens realmente se mantenham apáticos, mas insisto, as grandes transformações são perpetuadas pelas novas idéias. Não é de hoje que a juventude é vista como uma ameaça ao status quo.

Nenhum comentário:

Postagens populares

Pesquisar neste blog